BioRia – Percurso de Salreu BioRia - Percurso de Salreu

BioRia – Percurso de Salreu

Classifique este item
(0 votos)

A Ria de Aveiro possui uma riqueza incalculável em termos da preservação da biodiversidade, mas é necessário estarmos atentos e lutar pela sua conservação, sendo esse um dos objetivos do projeto BioRia do Município de Estarreja.

BioRia - Percurso de SalreuO Ondas da Serra foi de bicicleta conhecer o “Percurso de Salreu”. Para chegarmos ao local viajamos pela Estrada Nacional 109, ao chegar a Salreu, sentido Norte-Sul, junto ao cruzeiro viramos à direita seguindo as indicações. Quando chegamos estivemos a conversar e obter indicações no Centro de Interpretação Ambiental, onde o jovem Rodrigo Nobre, a fazer um estágio do curso “Gestão Aplicada e Desenvolvimento de Produtos Turísticos”, nos prestou os esclarecimentos necessários.

Se pretender fazer este percurso tem que tomar uma decisão, se vai fazê-lo de bicicleta (que podem ser alugadas no local), ou se vai caminhar. Se for para observar e contemplar a natureza, aconselhamos a caminhada, o percurso não é muito extenso tem 7.700 Mts. Como é feito de forma mais lenta e silenciosa uns binóculos ajudam a ver as aves de forma espontânea. Caso pretenda cobrir uma área mais extensa a bicicleta é a opção mais indicada.

O percurso tem torres de observação e alguns locais para merendas e há uma parte que conflui com o rio Antuã. A palete de cores que este local oferece é espetacular, com a luz difusa faz as delícias dos amantes da fotografia. Por todo o lado as aves esvoaçam à nossa frente. Os aromas são doces com travo salgado das águas da ria, o coaxar das rás só para quando elas saltam à sua frente surpreendias com intrusão.

Percursos disponíveis: Salreu, Rio Jardim, Bocage, Rio Antuã, Rio Gonde, Ribeira de Pardilhó, Ribeira de Veiros e Fermelã.       

 

Descrição Informações Coordenadas
O percurso de Salreu é de natureza circular, tendo o seu início e término junto ao Centro de Interpretação Ambiental do Bioria. É um percurso de 8 km, que atravessa áreas de enorme beleza paisagística, como campos de arroz, sapais, juncais e caniçais. A presença do Rio Antuã e do Esteiro de Salreu, ligados por uma rede de valas, permite a comunicação entre todos os habitats, justificando os elevados índices de biodiversidade existentes

Distância a percorrer: Cerca de 7,7 Km.

Duração do percurso: Aproximadamente duas horas e meia.

Âmbito do percurso: Ambiental, paisagístico, cultural e desportivo Grau de dificuldade: Fácil (inexistência de desníveis)

Época aconselhada: Todo o ano

Coordenadas GPS: [GPS 40º43’56’’ N | 8º34’07’’W]

Fonte: Bioria

 

Lida 122 vezes

Autor

Ondas da Serra

Ondas da Serra® é um Orgão de Comunicação Social com distribuição da informação pela Internet, que visa promover a identidade regional e o turismo através da promoção da cultura, património, monumentos, museus, desporto, economia, gastronomia, ecologia e coletividades dos concelhos da região norte do distrito de Aveiro, Ovar, Santa Maria da Feira, Espinho, São João da Madeira, Oliveira de Azeméis, Vale de Cambra, Arouca e dos restantes municípios desta região.

Itens relacionados

BioRia | Percurso das Ribeiras de Veiros

Hoje vamos dar outra sugestão para os amantes da bicicleta poderem fazer muitos quilómetros, rodeados de belas paisagens, pássaros e belas fragâncias marítimas. Os desportistas das duas rodas podem aproveitar a linha de comboio do Norte e saírem na estação de Ovar. Aqui podem pedalar em direção ao Furadouro pela Avenida da Régua e junto à rotunda do Carregal, onde foi colocado recentemente um barco moliceiro, podem virar para sul em direção a São Jacinto.

UA | Cinco novos pseudoescorpiões descobertos em Portugal

Docente da Universidade de Aveiro homenageado com nome de nova espécie para a ciência

Cinco novas espécies de pseudoescorpiões foram descobertas em grutas do Algarve, Alentejo, Penela e Leiria pela bióloga Ana Sofia Reboleira que, na hora de batizar uma das espécies, a Occidenchthonius goncalvesi, homenageou Fernando Gonçalves, professor do Departamento de Biologia da Universidade de Aveiro (UA). As descobertas aumentam para 49 as novas espécies descritas ao longo da última década pela espeleóloga e investigadora do Centro de Estudos do Ambiente e do Mar (CESAM) da UA.

Percursos pedestres/bicicleta em Aveiro

O nosso magnifico distrito possui dezenas de trilhos onde podemos observar a natureza, pássaros, insetos, flores, árvores e escutar um silêncio que dificilmente encontramos no meio urbano. Por vezes durante as caminhadas poderá cruzar-se com os habitantes desses locais, lembrem-se que um cumprimento e um sorriso não custam nada e fazem muito bem. Nós temos falado com pastores, pescadores, idosos e feirantes que sempre nós ensinam algo e nos relembram de outros tempos em que a sociedade estava mais unida.

Faça Login para postar comentários
Pub